#ExercícioNaReabilitacaoCardíaca

É consensual entre a comunidade científica que a prática de atividade física regular promove efeitos benéficos, no estado de saúde, quer na prevenção, quer no tratamento de determinadas doenças.

Nos doentes cardiovasculares compete ao médico assistente a recomendação e a prescrição individualizada da intensidade para a prática de exercício físico. Idealmente deve existir uma relação formal e próxima entre o médico prescritor e o grupo de fisiologistas do exercício que fazem a sua aplicação no terreno.

Neste tempo de confinamento domiciliário, ou noutros em que por qualquer motivo não possa deixar o seu domicílio, tem que se adaptar às circunstâncias e não deve interromper a prática regular de atividade física. A partir do seu domicílio, pode seguir estas propostas de exercício físico apresentadas em formato de vídeo, realizadas pelo grupo de Exercício e Saúde da FMH, baseadas nas mais modernas recomendações e testadas em anos de experiência em programas de reabilitação cardíaca.

  • Como sempre, cada sessão de exercício físico deve ser organizada em 3 partes essenciais, nomeadamente: (1) a ativação geral vulgarmente designada por aquecimento; (2) a parte fundamental e (3) o retorno à calma ou arrefecimento. Com objetivos diferentes, estes 3 momentos distintos são fundamentais salvaguardando, por um lado, os aspetos de segurança do participante durante a prática de exercício físico e, por outro lado, a optimização da própria prática e seus benefícios subjacentes.
  • Preparámos diferentes vídeos para o mesmo momento e componente permitindo-lhe diversificar o treino e ter motivação para estar ativo durante a semana. Não se esqueça que deve fazer pelo menos 3 sessões por semana e agora que está em casa até poderia fazer uma por dia. Deve adequar a execução dos exercícios às suas capacidades.

Ainda antes de iniciar os treinos, reforçamos alguns cuidados gerais que devem seguir para vossa proteção:

  • Antes de começar verifique o valor da sua frequência cardíaca;
  • Não realize a sessão se os valores em repouso estiverem fora dos seus valores habituais e recomendados pelo seu médico assistente;
  • Caso tenha acesso a um medidor de pressão arterial, aproveite e retire os seus valores antes e mais uma vez não realize a sessão se os valores estiverem diferentes do habitual ou fora dos recomendados pelo seu médico assistente;
  • Não se esqueça de tomar a medicação habitual;
  • Não realize treino em jejum, nem imediatamente após as refeições principais (pequeno-almoço, almoço, jantar);
  • Escolha um local da sua casa que se possa movimentar, com especial atenção às esquinas dos móveis, a tapetes, ou prateleiras, etc.;
  • Esteja perto de uma parede e/ou cadeira para ter um ponto de apoio;
  • Utilize calçado e roupa adequadas à atividade, sendo que os ténis devem dar conforto e suporte;
  • As roupas não necessitam de ser específicas, no entanto, devem permitir a amplitude dos movimentos e a adequação à temperatura corporal;
  • Esteja atento às reações do seu corpo e interrompa o exercício se sentir dor ou se estiver com algum sinal ou sintoma atípico;
  • Não deve realizar exercício durante períodos agudos de dor ou inflamação muscular e/ou articular;
  • Por favor, siga as instruções que o fisiologista lhe fornece no vídeo para se assegurar da correta execução dos exercícios.

Se tiver alguma dúvida ou necessitar de esclarecimentos adicionais contate-nos através do seguinte e-mail Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Agora, chega de teorias! Vamos disfrutar da prática do exercício! Mexa-se, pela sua Saúde!

Ativação geral/aquecimento

  • A ativação geral ou aquecimento, é composta por exercícios de adequação dos sistemas cardiovascular e músculo-esquelético ao esforço posterior, o principal objectivo consiste no incremento da circulação pelo organismo, aumentando tanto a distribuição do oxigénio aos músculos em atividade como também a temperatura corporal, melhorando desta forma a eficácia muscular. É um período que deve ter uma duração de 5-10 minutos, a seleção da sua duração deve estar dependente do tipo de população (maior duração para pessoas idosas e/ou com condições de doença cardiovascular ou respiratória).

Componente principal da sessão

  • Na parte principal da sessão são propostos os diferentes exercícios para o desenvolvimento e/ou manutenção da aptidão física, nomeadamente da componente cardiorrespiratória, força muscular dinâmica, agilidade, equilíbrio e coordenação, respeitando as recomendações de prescrição para cada componente.

Exercícios cardiorrespiratórios, agilidade, equilíbrio e coordenação

Exercícios de força muscular dinâmica

Exercícios cardiorrespiratórios e força muscular dinâmica

Retorno à calma

  • O período de retorno à calma ou arrefecimento é igualmente importante, especialmente em indivíduos com doença cardiovascular, são propostos exercícios de flexibilidade. A sua duração deve ser de aproximadamente 7- 10 minutos.

Erasmus Incoming