Dêem-lhes tempo para crescer

Dêem-lhes tempo para crescer

O investigador Carlos Neto defende a necessidade dos pais terem mais tempo para acompanharem, com proximidade e afeto, o crescimento dos filhos.

Querer que cresçam depressa demais ou que sejam bebés para sempre são desejos inimigos das crianças, acredita Carlos Neto, professor e investigador da Faculdade de Motricidade Humana. "As crianças têm um corpo que vem dotado com o sentido de ganhar progressivamente autonomia", sublinha.

Se, por um lado, é um erro querer que uma criança cresça rápido demais e seja um génio, "porque as crianças devem enfrentar o tédio e a frustração", por outro, querer que ela seja sempre bebé é outro erro, "porque as crianças não são angelicais, as crianças são impertinentes, têm energia para despender e querem descobrir o mundo". É preciso dar tempo ao tempo, defende Carlos Neto.

in TSF | 21/11/2018
Dêem-lhes tempo para crescer

Erasmus Incoming