Olimpismo e Jogos Olímpicos

Unidade Curricular: Olimpismo e Jogos Olímpicos
Ano:

2

Semestre:

1º Semestre

Área Disciplinar:

-

ECTS:

6.0

Regente:

Ana Maria da Silva dos Santos

Objectivos:

1. Entender o significado social, político e económico dos Jogos Olímpicos.
2. Desenvolver a problemática do Olimpismo no quadro de desenvolvimento humano.
3. Analisar criticamente o Movimento Olímpico internacional e nacional e as suas estruturas organizativas.
4. Realizar projetos de investigação empírica no domínio do Olimpismo

Conteúdos Programáticos em Syllabus:

1 – Significado social, político e económico dos Jogos Olímpicos.
2 – Olimpismo no quadro de desenvolvimento humano.
3 – Movimento Olímpico internacional e nacional e as suas estruturas organizativas.

Avaliação:

Avaliação contínua – tarefas: 1. projeto de investigação empírica; 2. apresentação de propostas de conceitos e indicadores de medida; 3. realização de um póster com a síntese dos resultados obtidos na investigação.
Exame Final – para quem não consegue ter classificação superior ou igual a 10 valores na avaliação contínua.

Bibliografia:

Bale, John & Christensen, Mette Krogh (Eds.) (2004).Post-Olympism? Questioning Sport in the Twenty-first Century. New York. Berg.  
Brownell, Susan (Ed.) (2008). The 1904 Anthropology Days and Olympic Games Sport, Race, and American Imperialism. University of Nebraska Press
Carvalho, A. Melo & Constantino, J. Manuel (1986). O que é o Olimpismo, Lisboa, Livros Horizonte.
Correia, Romeu (1988). Portugueses na V Olimpíada, Lisboa, Editorial Notícias.
Costa, Alcides Vieira (2012) Estratégias das Organizações Desportivas. As Grandes Linhas Ideológicas de Orientação Estratégica do Comité Olímpico Internacional: de Atenas (1896) a Pequim (2008), FMH, Tese de Doutoramento. Documento Policopiado.
Costa, Lamartine (2002). Olympic Studies. Rio de Janeiro Gama Filho.
Coubertin, Pierre (1996). Mémoires Olympiques, Paris, Editions Revue “EPS”. 1ª ed. 1931..
Dombrowski, Daniel (1992). Contemporary Athletics & Ancient Greek Ideals. Chicago. Chicago Press
Price, Simon & Taplin, Olivier (Eds) (2005). Greek Athletics in the Roman World Victory and Virtue. Oxford. Zahra Newby.
Fussey, P., Coaffee, J., Armstrong, G. & Hobbs, D. (2011) Securing and Sustaining the Olympic city Reconfiguring London for 2012 and Beyond. London. ASHGATE 
Holger Preuss Karsten Liese (Eds.) (2011) (Internationalism in the Olympic Movement - Idea and Reality between Nations, Cultures, and People. Heidelberg. VS Research
Lee, Mike (2006). The Race for the 2012 Olympics: the Inside Story of How London Won the Bid. London: Virgin.
Pereira, Maria, Helena (2003). Hélade – Antologia da Cultura Grega. Lisboa, Asa.
Pires, Gustavo (2007) Cem Anos de Olimpismo em Portugal 1906-2006. Documento Policopiado. No prelo.
Pontes, José (1934). Quase um Século de Desporto. Lisboa, Sociedade Nacional de Tipografia.
Roche, Maurice (2000). Mega-events and Modernity - Olympics and expos in the growth of global culture. London. Routledge.
Santos, Ana (2013) Um Dia Olímpico. Lisboa. Visão e Contextos
Serpa, Homero (2007). História do Desporto em Portugal - Do Século XIX à primeira Guerra Mundial, Lisboa, Piaget.
Toohey, Kristine & Veal, A.J. (2007). The Olympic Games: A Social Science Perspective. Oxford. Cabi.

Programa em formato pdf:

Português

English

2019/2020

2019/2020

2018/2019

2018/2019

2017/2018

2017/2018

2016/2017

2016/2017

2015/2016

2015/2016

2014/2015

2014/2015

2013/2014

2013/2014



Erasmus Incoming