Psicologia Cognitiva

Unidade Curricular: Psicologia Cognitiva
Ano:

1

Semestre:

1º Semestre

Área Disciplinar:

Psicologia e Comportamento Motor

ECTS:

6.5

Regente:

Paulo Noriega

Objectivos:

A ergonomia, tanto no que diz respeito às crescentes exigências mentais do trabalho, como nas áreas do design ergonómico e de usabilidade, cada vez mais tem de ter em conta a cognição humana. Uma análise ergonómica completa não pode prescindir dos conhecimentos sobre o processamento humano de informação. Face a esta necessidade, a disciplina de psicologia cognitiva tem como primeiro objetivo integrar na rede de conhecimentos, dos futuros licenciados em Ergonomia, quais as estruturas e processos envolvidos no processamento humano de informação. Em resumo, como recolhemos a informação, como a armazenamos, representamos e processamos, para responder a diversos problemas e tomar decisões.

Conteúdos Programáticos em Syllabus:

Introdução à Psicologia Cognitiva; Perceção; Imagem Mental; Atenção; Memória; Representação do Conhecimento; Linguagem; Pensamento; Método experimental e questões metodológicas em psicologia cognitiva.

Avaliação:

Os conteúdos teóricos são apresentados e discutidos oralmente, suportados por PowerPoint e diversos conteúdos multimédia. Estes são articulados com uma componente teórico-prática onde os alunos experimentam alguns instrumentos de avaliação psicológica e também realizam replicações de experiências clássicas da psicologia cognitiva. Os alunos podem optar pela avaliação contínua ou exame final. Na avaliação contínua os alunos têm uma componente prática-laboratorial e outra teórica. Além do material disponibilizado online pelo docente da disciplina, estão aconselhadas diversas fontes bibliográficas da área da psicologia cognitiva. A componente prática laboratorial, com uma ponderação de 30% na nota final, é avaliada com recurso a dois testes e a componente teórica, com a ponderação de 70%, é avaliada em quatro testes. A avaliação por exame final é realizada com apenas um exame que vale 100% da nota.

Bibliografia:

Almeida, L.; Freira, T. (2007). Metodologia da Investigação em Psicologia e Educação. Braga: Psiquilibrios.
Anderson, J. (2005). Cognitive psychology and its implications. Worth publishers: New York.
Eysenck, M. & Keane, T. (2010). Cognitive psychology: a student's handbook. Psychology Press. London.
Esgate, A., & Groome, D. (2005). An introduction to applied cognitive psychology. Psychology press. Hove and New York.
Gleitman, H., Fridlund, A.J., & Reisberg, D. (2009). Psicologia. Fundação Calouste Gulbenkian: Lisboa.
Solso, R., Maclin, M. & Maclin, O. (2004). Cognitive Psychology. Allyn & Bacon.
Wickens, C., Gordon, S., Liu, Y. & Gordon-Beckr, S. (2003). An introduction to human factors engineering: Longma: Prentice Hall.
Norman, D. A. (2013). The design of everyday things. Revised Edition. Basic Books: New York.

Programa em formato pdf:

Português

English

2019/2020

2019/2020

2018/2019

2018/2019

2017/2018

2017/2018

2016/2017

2016/2017

2015/2016

2015/2016

2014/2015

2014/2015

2013/2014

2013/2014



Erasmus Incoming