Ciências do Desporto

Unidade Curricular: Análise do Processo Ensino-Aprendizagem
Ano:

Semestre:

Área Disciplinar:

-

ECTS:

Regente:

Marcos Teixeira de Abreu Soares Onofre

Objectivos:

1) Elaborar e fundamentar um quadro conceptual de interpretação dos problemas da atividade educativa.
2) Conhecer os princípios e procedimentos da metodologia da abordagem sistémica aplicando-os aos processos de formação.
3) Caracterizar as diferentes componentes das situações de formação e analisar as relações de interdependência que se estabelecem entre si.
4) Conhecer e descrever as diferentes opções pedagógicas e didáticas na atividade educativa.
5) Descrever os resultados mais significativos da investigação em ensino, e explicar as suas implicações na organização e condução do processo educativo.
6)  Identificar as condições e fatores relacionados com o sucesso/insucesso escolar.

Conteúdos Programáticos em Syllabus:

1) As dimensões de estudo da atividade educativa: a dimensão aprendizagem; a dimensão pessoal e relacional; a dimensão institucional; a dimensão social e cultural.
2) Análise sistémica das situações de educação.
3) Os níveis de análise das situações de educação: micro, meso, e macro sistémico.
4) As problemáticas próprias do nível micro sistémico das situações de educação: as atividades; os intervenientes; as relações interpessoais; e os ambientes/contextos.
5) A noção de Projeto Pedagógico. As questões que o Projeto Pedagógico suscita: a questão filosófica; a questão pedagógica; a questão teórica; e a questão didática. A prática pedagógica como expressão do projeto pedagógico.
6) A investigação sobre o ensino: as variáveis de eficácia pedagógica
7) As variáveis mediadoras cognitivas, sócio-afetivas e motoras que influenciam a participação do aluno nas situações de educação.

Avaliação:

A aprovação na disciplina pode ser obtida por Avaliação Contínua ou em Exame Final.

O modelo de avaliação contínua, desenvolvido ao longo do semestre, compreende as seguintes componentes: a realização de um trabalho de campo, em grupo, com elaboração do respetivo relatório escrito e duas apresentações orais; e a realização de um teste escrito de conhecimentos, individual.
- O trabalho de campo tem por objetivo suscitar a aplicação dos conhecimentos promovidos na disciplina à análise de situações reais do contexto educativo e estimular a competência de trabalho de grupo. O relatório deste trabalho e as suas apresentações serão classificados numa escala de 0-20 (sendo que o relatório escrito será classificado até 15 valores e a apresentação oral final até 5 valores), de acordo com as regras apresentadas no documento “Normas orientadoras para a elaboração do relatório e apresentação do trabalho de campo”.
- O teste escrito visa aferir o nível de domínio individual de conhecimentos de cada estudante.

A classificação final da avaliação contínua é obtida a partir das classificações de cada uma das tarefas descritas segundo a seguinte fórmula:
NF= (Relatório do trabalho de campo e respetiva apresentação X 40%) + (Teste escrito X 60%)

Para poderem beneficiar do regime de avaliação contínua os estudantes terão de:
• Ter um mínimo de dois terços de presenças nas aulas teórico-práticas;
• Realizar duas apresentações do trabalho de campo, entregar o respetivo relatório escrito e participar nas tarefas realizadas ao longo das aulas teórico-práticas no âmbito do relatório e das restantes atividades inerentes;
• Realizar o teste escrito.
A entrega dos documentos sujeitos a avaliação deve ser realizada nos prazos estipulados no início do semestre.
A nota mínima do relatório de trabalho de campo e respetiva apresentação é de 9,5 valores. Nestas condições, os estudantes que, na prova escrita:
• Obtenham uma classificação inferior a 7,5 valores, reprovam.
• Obtenham uma classificação igual ou superior a 9,5 valores serão aprovados na disciplina.
• Obtenham uma classificação entre 7,5 e 9,4 valores:
ou se a classificação final obtida por NF = (Relatório do trabalho de campo e respetiva apresentação X 40%) + (Prova escrita X 60%) for igual ou superior a 9,5 valores, são aprovados à disciplina;
ou se a classificação final obtida por NF = (Relatório do trabalho de campo e respetiva apresentação X 40%) + (Prova escrita X 60%) for inferior a 9,5 valores, devem realizar uma prova oral.
Sempre que os docentes encontrem algum motivo que o justifique, podem solicitar que os estudantes se submetam a prova oral, mesmo que estes obtenham uma classificação final superior a 9,5 valores.

Bibliografia:

Carreiro da Costa, F. (1996). Condições e factores de ensino-aprendizagem e condutas motoras significativas: Uma análise a partir da investigação realizada em Portugal. Boletim da Sociedade Portuguesa de Educação Física, n.º 14, Outono, 7-32.
Hannoun, H. (1975). Os conflitos da Educação. Lisboa, Sociocultur.
Piéron, M. (1999). Para una enseñanza eficaz de las actividades físicas y deportivas. Barcelona: INDE.
Savater, F. (1997). O valor de educar. Lisboa: Editorial Presença.
UNESCO (1980). O educador e a abordagem sistémica. Lisboa: Ed. Estampa.

Programa em formato pdf:

Português

English

2019/2020

2019/2020

2018/2019

2018/2019

2017/2018

2017/2018

2016/2017

2016/2017

2015/2016

2015/2016

2014/2015

2014/2015

2013/2014

2013/2014



Pág. 1 de 50

Erasmus Incoming