Estratégias de Inclusão em Educação Física

Unidade Curricular: Estratégias de Inclusão em Educação Física
Ano:

Semestre:

Área Disciplinar:

-

ECTS:

Regente:

Maria Leonor Frazão Moniz Pereira da Silva

Objectivos:

Desenvolver atitudes e valores relativos à aceitação da diversidade, facilitadores da inclusão em Educação Física e Desporto.
Saber analisar o processo de aprendizagem e de participação na aula de EF de modo a facilitar as dimensões inclusivas do ensino.
Dominar estratégias de intervenção e de adaptação curricular facilitadoras da inclusão na aula de EF e na escola.
Conhecer algumas das atividades desportivas que compõem o Desporto para pessoas com deficiência e ser capaz de as integrar no programa de Educação Física cumprindo os seus objetivos para todos os alunos.

Conteúdos Programáticos em Syllabus:

A Educação Física (EF) na Escola Inclusiva: Uma EF para a diversidade e para todos.
Fontes de discriminação, preconceito e estigmatização.
Promoção de ambientes positivos.
Os objetivos e os conteúdos do desenvolvimento pessoal e social na Educação Física: A autoestima e a facilitação do desenvolvimento das relações interpessoais.
Resiliência, Empoderamento, Sentimento de Propriedade e Pertença como meios de inclusão.
Controlo de comportamentos desviantes na aula de EF: Estratégias preventivas e remediativas.
A adaptação curricular para alunos com diferentes tipos de deficiência ou com necessidades educativas especificas em EF nos diferentes graus de ensino.
As atividades desportivas adaptadas nos diferentes graus de ensino: exigências e pré-requisitos.
As estratégias de ensino neste contexto: a adaptação do equipamento, das regras e do espaço de jogo, a gestão e o apoio na aula de EF e os estilos de ensino/aprendizagem.
As atividades desportivas e sua adaptação  para pessoas com deficiência  e a inclusão inversa nos desportos específicos no contexto do desporto escolar. 

Avaliação:

(1) Apresentação de trabalhos temáticos nas aulas em grupo (40%);
(2) Relatório sobre o planeamento e aplicação de unidades didáticas inclusivas com a participação de pessoas com e sem deficiência (30%);
(3) Frequência (30%).

Bibliografia:

Correia, L. M. (2008). Inclusão e Necessidades Educativas Especiais. Porto: Porto editora.
Hayes, S.; Stidder, G. (2003). Equity and Inclusion in physical education and Sport. London: Routledge.
Kounin, J. (1970). Discipline and group management in classrooms. New York: Holt.
Lieberman, L., & Houston-Wilson, C. (2009). Strategies for inclusion: a handbook for physical educators (2ª ed). Champaign, IL: Human Kinetics.
Moniz Pereira, L. (1988). Evolução histórica da Educação Especial. “O Professor”, nº 105, 132-35.
Moniz Pereira, L. (Ed.) (2017). Desporto com sentido – Manuais de Desporto Adaptado (2ª ed).  Seixal: APCAS.
Rosado, A. (1998). Nas Margens da Educação Física e do Desporto. Cruz Quebrada: Edições FMH.
Sherril, C. (2005). Adapted physical activity, recreation and sport: crossdisciplinary and lifespan (5th ed). New York: McGraw-Hill.
Shields, L., Bredemeier, B. (1995). Character Development and Physical Activity. Human Kinetics Publishers.
Winnick, J. (2011) Adapted physical education and sport. Champaign, IL: Human Kinetics.

Programa em formato pdf:

Português

English

2019/2020

2019/2020

2018/2019

2018/2019

2017/2018

2017/2018

2016/2017

2016/2017

2015/2016

2015/2016

2014/2015

2014/2015

2013/2014

2013/2014



Erasmus Incoming