Psicossociologia da Arte e da Dança

Unidade Curricular: Psicossociologia da Arte e da Dança
Ano:

2

Semestre:

2º Semestre

Área Disciplinar:

Soc., Est. Cult. e Ges. das Act. Físicas e do Des.

ECTS:

4.0

Regente:

Maria Luísa da Silva Galvez Roubaud

Objectivos:

A disciplina visa fornecer conhecimentos sobre a psicogénese das expressões artísticas, com particular enfoque na dança, e sobre o modo como esta se articula com fatores sociais, culturais e contextuais.
Estudar a arte e o desenvolvimento humanos e as suas conexões aos processos adaptativos que ocorrem ao longo da vida.
Entender os processos psicológicos envolvidos na dança, tanto do ponto de vista do praticante como de quem aprecia, à luz de abordagens teóricas oriundas da psicologia cognitiva, psicodinâmica e somática.
Perspetivar o contributo destes conhecimentos para a intervenção em dança na comunidade.

Conteúdos Programáticos em Syllabus:

Arte e desenvolvimento humano: a psicogénese das expressões artísticas.
Fatores socioculturais e características do desenvolvimento psicológico na infância, adolescência, idade adulta e no envelhecimento - dimensões psicodinâmicas, cognitivas, comportamentais.
Corpo, desenvolvimento psicológico e dança. Fatores somáticos nos processos de expressão e comunicação. Perceção, representação e abstração. Jogo, linguagem e comunicação simbólica. A evolução da perceção do tempo, do espaço, da forma e do ritmo.
Aspetos psicológicos e neuro-psicológicos envolvidos no processo criativo, na apreciação e na prática da dança, e suas implicações em contextos educativos, reeducativos, de inclusão social e nas dimensões sócio-emocionais e psicossociais do desenvolvimento pessoal.

Avaliação:

Além das horas de contacto com o docente, a disciplina requer estudo autónomo da parte do estudante. Os tópicos de lecionação são objeto de exposição teórica, amplamente complementada por suportes audiovisuais. É convocada a participação ativa dos alunos, através de debates, apresentação e/ou análise de temas ou textos específicos, visitas de estudo ou participação em eventos artísticos ou científicos relacionados com a matéria.
A avaliação contínua obriga a um mínimo de 2/3 de presenças, e envolve: assiduidade e participação (20%), nota positiva em dois testes (40% + 40%). A classificação final, de 0 a 20, resulta da classificação individual obtida nestas componentes da avaliação. Os alunos podem ainda propor-se à apresentação facultativa de um tema, e assim beneficiar a nota final até 2 valores. A não verificação de uma das componentes obrigatórias inviabiliza a avaliação contínua, e a aprovação depende da obtenção de positiva em Exame Final (sobre toda a matéria lecionada).

Bibliografia:

Brown,S. e col (2006) “The Neural Basis of Human Dance” Cerebral Cortex August 16: 1157-1167.
Bruner, J. (1997) Actos de significado: para uma psicologia cultural, Lisboa,Ed.70
Durkin, K (1995) Developmental Social Psychology - from Infancy to old age, Cambridge, Blackwell Publs.
Gardner, H. (1982) Art, Mind and Brain, cognitive approach to Creativity, N.York, BasicBooks  
Gilbert, Anne G. (2004) Brain Compatible Dance Education. Reston, VA: A/AAHPERD.
Hanna, Judith Lynne (2015) Dancing to Learn:  The brain´s cognition, emotion and Movement. Londres: Rowman&Littlefield.
Holzman, L.e al. Eds. (2000) Postmodern Psychologies, Societal practice and political life, N.York, Routledge.                                     
Humphrey, James (1987) Child Development and Learning through Dance, N.York, AMS Press
Lovatt, P. (2013) “Dance Psychology”. In Psychology Review, nº1, vol 19: 18-21.
Reymond-Rivier, B.(1983) O desenvolvimento social da criança e do adolescente, Lisboa: Aster.
Weisberg, R(1987) Creatividad - el Genio y otros Mitos, Barcelona, Ed.Labor.

Programa em formato pdf:

Português

English

2019/2020

2019/2020

2018/2019

2018/2019

2017/2018

2017/2018

2016/2017

2016/2017

2015/2016

2015/2016

2014/2015

2014/2015

2013/2014

2013/2014



Erasmus Incoming