Técnica de Dança Social II

Unidade Curricular: Técnica de Dança Social II
Ano:

1

Semestre:

2º Semestre

Área Disciplinar:

Soc., Est. Cult. e Ges. das Act. Físicas e do Des.

ECTS:

6.0

Regente:

Margarida da Conceição de Jesus Moura Fernandes

Objectivos:Conhecer e reproduzir sequências coreográficas específicas do sapateado americano;
Criar sequências de composição coreográfica específicas do repertório social;
Estruturar frases de movimento baseadas no reportório motor, rítmico e espacial de sapateado americano e das danças sociais / de salão;
Conceber e interpretar sequências de criação coreográfica de acordo com os princípios subjacentes às danças sociais / de salão e ao sapateado americano;
Adaptar frases de movimento aos elementos: espaço, ritmo, dinâmica e relações;
Estruturar frases de movimento a partir dos conteúdos técnicos desenvolvidos nas aulas;
Demonstrar capacidades coordenativas específicas de cada forma de dança;
Relacionar e adaptar acompanhamentos musicais aos diferentes géneros coreográficos;
Observar e apreciar sequências de composição coreográfica através das especificidades (de estilo e de relação) das técnicas de danças sociais em estudo e de acordo com critérios de inovação e originalidade
Conteúdos Programáticos em Syllabus:Os conteúdos incidem sobre a análise e o estudo de reportório social, a saber:
- Caracterização e enquadramento do Sapateado Americano e das Danças de Salão
- Elementos fundamentais e terminologia específica.
- Passos padronizados e variantes aos passos padronizados.
- Encadeamentos de movimento e sequências de composição coreográfica.
- Dimensões de análise nas aprendizagens técnicas: Corpo; Espaço, Ritmo e Inter-relações.
- Dimensão estrutural (composição), dimensão espacial e dimensão rítmico-motora.
- Música. Os acompanhamentos musicais específicos à reprodução e à composição coreográfica.
- Papel do corpo enquanto agente técnico–expressivo.
- Relações (consigo mesmo, com o par, com o par contrário, com o outro, com o grupo e com o público).
- Estruturação de frases de movimento com passos padronizados e com passos originais e diferentes dos aprendidos, através dos métodos de improvisação e composição.
Avaliação:O modelo de avaliação contínua incide, sobre a evolução (E), a apreensão e domínio dos conteúdos técnico-artísticos transmitidos: teoria (T), prática de reprodução (P) e trabalho de grupo de composição coreográfica (TG).
A nota final corresponde à média ponderada: 20%T+20%E+30%P+30%TG. O aluno é aprovado com nota final superior a 9.4 v.
O modelo de avaliação final inclui prova teórica e prática, sobre os conteúdos programáticos sendo o resultado final a média aritmética das duas. O aluno é aprovado com nota superior a 9.4v.
Bibliografia:Laird, W. (1988). Technique of latin dancing. 5a ed. IDTA (FMH nº18 648)
Moura, M.; Seixas, T. (2013). Danças sociais. Documentação de Apoio. SGA-TDSII. FMH
Rosado, M. C. (2007). A dança na escola: programas de danças sociais. In Dança em Contextos Educativos. Margarida Moura e Elisabete Monteiro Ed. FMH edições, 149-158
Wright, J. (1992). Social Dance – Steps to Success. Leisure Press. (FMH no18 453)
Feldman, A. (1996). Inside Tap, technique and improvisation for today’s tap dancer. Pennington, New Jersey: Princeton Book Company (FMH - Dança 233)
Rato, R. (2007) - Sapateado: Ritmo, Improvisação e Composição Coreográfica. In Dança em Contextos Educativos. Margarida Moura e Elisabete Monteiro Ed. FMH edições. Cruz Quebrada, 131-137
Rato, R. (2006) – O Sapateado e o Ritmo: Jogos de improvisação e composição coreográfica. In Actas do Seminário Internacional Dança e Movimento Expressivo. Ana Macara e Ana Paula Batalha Ed. FMH edições. Cruz Quebrada, 161-163
Programa em formato pdf:

Português

English

2019/2020

2019/2020

2018/2019

2018/2019

2017/2018

2017/2018

2016/2017

2016/2017

2015/2016

2015/2016

2014/2015

2014/2015

2013/2014

2013/2014



Erasmus Incoming