Fundamentos de Expressão e Comunicação

Unidade Curricular: Fundamentos de Expressão e Comunicação
Ano:

Semestre:

Área Disciplinar:

-

ECTS:

Regente:

Elisabete Alexandra Pinheiro Monteiro

Objectivos:

- Potencia uma disponibilidade mental do estudante;
- Fundamenta e implementa a acuidade sensitiva e a capacidade percetiva a múltiplos estímulos;
- Mobiliza todos os sentidos na perceção do que rodeia o estudante;
- Fomenta o autoconhecimento das potencialidades e dos limites próprios e seu papel no percurso criativo-expressivo a desenvolver;
- Implementa a confiança e sentido de pertença e partilha a um grupo;
- Incentiva a procura e descoberta de percursos próprios, na exploração da escuta de um corpo;
- Potencia a capacidade de imaginação pelo desenvolvimento de mediadores expressivos e de apropriação das linguagens elementares da comunicação não-verbal;
- Valoriza o recurso à improvisação e à expressão espontânea e representativa do ‘sentir’ do estudante;
- Reconhece signos de movimento, e aproveita o máximo das capacidades sensoriais;
- Amplia a capacidade expressiva, ‘respostas imediatas’ aos diferentes estímulos.

Conteúdos Programáticos em Syllabus:

Trabalho primordialmente do campo do sensível à subjetividade, à experiência individual, ao conhecimento adquirido pelo vivido, ao autoconhecimento.
A sensação como comportamento passivo da consciência, como captação de uma qualidade de resposta a um estímulo. Estímulos sonoros, visuais, táteis, gustativos, olfativos.
A perceção como organização das qualidades sensitivas.
As ‘informações’ do meio ambiente.
O conhecimento quantitativo e qualitativo do Espaço e do Tempo.
A concentração, cooperação e confiança.
O texto e a palavra.
A improvisação como expressão espontânea.

Avaliação:

(Avaliação contínua implica pelo menos 2/3 de presenças às aulas)
MF – Diário de bordo, constando: 1. relatório das aulas efetivamente realizadas (descrição e apreciação); 2. a recolha e breve fundamentação dos potenciais estímulos de áreas diversificadas como mediadores ou propulsores do desenvolvimento da capacidade criativa; 3. relatório (descrição e apreciação) de uma visita a uma exposição/’happening’/performance à escolha do estudante; 4. Apresentação da Autoavaliação fundamentada (tarefa individual)
MS1 – Apresentação de um trabalho prático, na área da expressão com um máximo de 3’ (tarefa individual)
MS2 – Fundamentação escrita do trabalho prático (MS1) (tarefa individual)

Fórmula: (3MF + 2MS1 + MS2) /6
Nota mínima: 9.5

Bibliografia:

Bastos, H. (2006) – A Escuta do Corpo. Em Textos e Resumos do Seminário Internacional ‘Dança e Movimento Expressivo’. A Macara e A.P. Batalha (Eds). FMH edições. Cruz Quebrada, 106-112.
Behrends, A., Muller, S. & Dziobek (2012). Moving in and out of synchrony: A concept for a new intervention fostering empathy through interactional movement and dance. Em Arts in Psychotherapy, 39, 107-116.
Biasutti, M. (2013). Improvisation in dance education teacher views. Em Research in Dance Education, 120-140. DOI:10.1080/146478932012.761193.  http://www.tandfonline.com.ezproxy.flinders.edu.au/
Lebre, A.P. Monteiro, E. Amoedo, H. & Martins (2014). A Inteligência Emocional, Competências Sociais e Traços Psicológicos de Esudantes Universitários de Dança e de Reabilitação. Em Revista Portuguesa de Educação Artística. 4. DRE. 53-63.

Programa em formato pdf:

Português

English

2019/2020

2019/2020

2018/2019

2018/2019

2017/2018

2017/2018

2016/2017

2016/2017

2015/2016

2015/2016

2014/2015

2014/2015

2013/2014

2013/2014



Erasmus Incoming