Temas Aprofundados em Populações com Deficiência

Unidade Curricular: Temas Aprofundados em Populações com Deficiência
Ano:

1

Semestre:

1º Semestre

Área Disciplinar:

-

ECTS:

4.0

Regente:

Ana Sofia Pedrosa Gomes dos Santos

Objectivos:A disciplina de Temas Aprofundados em Populações com Deficiência visa:
- Saber analisar as implicações da imagem do corpo, esquema corporal e a posição relativa no espaço na mobilidade das pessoas com deficiência.
- Conhecer e interpretar numa perspetiva dialética as perspetivas funcionais, do desenvolvimento e neurofisiológicas da mobilidade e da ação
- Conhecer e dominar os conceitos mais atuais em redor da problemática das populações especiais como fundamentais nos processos de intervenção e no design de planos de vida: qualidade de vida, transição para a vida adulta e ativa, funcionalidade...
- Aprofundar os conhecimentos teóricos e teórico-práticos das várias problemáticas abordadas
Conteúdos Programáticos em Syllabus:-A necessidade de incorporar conceitos como a imagem do corpo, o esquema corporal e a imagem do corpo no espaço num determinado momento para melhor se compreender o contexto onde se desenrola a perceção, a ação e o pensamento.-O conceito de mapa cognitivo.Modelos e componentes da representação espacial.O input visual e a construção da imagem corporal. As implicações funcionais e neurofisiológicas.
-A mobilidade das pessoas com deficiência nesta perspetiva.
-Apresentação e caracterização do Movimento de Vida Independente (Assistência Pessoal)
-A promoção da Qualidade de Vida como desafio sócio-político no âmbito da deficiência
-O processo de Transição para a Vida Adulta e Ativa
-A noção dos Apoios como fator determinante no design do plano de vida
-Aprofundamento e sistematização dos conhecimentos inerentes ao estudo das problemáticas abordadas:
-Dificuldade Intelectual e Desenvolvimental:competências,envolvimentos e apoios para a aquisição do funcionamento independente
Avaliação:A avaliação da Disciplina pode ser realizada segundo duas modalidades (1) avaliação contínua (2) exame final.
Em regime de avaliação contínua cada aluno tem de realizar um teste sobre a matéria lecionada (nota mínima de 7.5) com data fixada no início do ano (50%) e cada grupo de trabalho tem de realizar por escrito uma monografia relativa a um Tema de avaliação do curso teórico-prático (50%).
Teste de Frequência – 50%
Monografia de Grupo – 50%
Nota: O aluno que obtenha nota inferior a 10.0 terá de realizar exame final (prova escrita e prova oral)
Exame Final
O aluno que não participou no regime de avaliação contínua tem de realizar a prova escrita de exame final, ficando dependente o acesso à prova da obtenção da nota de 7.5 valores. A nota final é a média aritmética das notas obtidas nas provas escrita e oral.
Bibliografia: Albuquerque, Mª C. (2000). A criança com deficiência mental ligeira. Secretariado Nacional para a Reabilitação e Integração das Pessoas com Deficiência. Livros SNR nº17.
Allen, G. (2007). Applied Spatial Cognition: from research to cognitive technology. LEA Publishers. USA
Brown, I., Renwick, R., & Nagler, M., (1996). The Centrality of Quality of Life in Health Promotion and Rehabilitation. In Renwick, R., Brown, I & Nagler, M. (1996). Quality of Life in health Promotion and Rehabilitation – Current Approaches, Issues and Applications.
Cornoldi, Cesare; Vecchi, Tomaso (2003) Visuo-spatial working Memory and Individual Differences. New-York Hove: Psychology Press Taylors & Francis Group.
Heijden, A. H. C. Van der (2004) Attention in Vision. New-York Hove: Psychology Press Taylors & Francis Group. Instituto Nacional para a Reabilitação. (2009). Pessoas com Deficiências ou incapacidades: uma estratégia para a promoção de direitos e a qualidade de vida. Colecção Informar nº 4.
Programa em formato pdf:

Português

English

2019/2020

2019/2020

2018/2019

2018/2019

2017/2018

2017/2018

2016/2017

2016/2017

2015/2016

2015/2016

2014/2015

2014/2015

2013/2014

2013/2014



Erasmus Incoming