Epidemiologia em Ergonomia

Unidade Curricular: Epidemiologia em Ergonomia
Ano:

1

Semestre:

2º Semestre

Área Disciplinar:

Biologia da Actividade Física

ECTS:

3.0

Regente:

Maria Filomena Araújo da Costa Cruz Carnide

Objectivos:1. Conhecimento dos conceitos fundamentais e metodologias específicas relacionados com a investigação epidemiológica
2. Capacidade de interpretar os resultados de estudos epidemiológicos.
3. Compreender a distribuição – nas populações, no tempo e no espaço – dos determinantes do estado de saúde e das doenças, bem como da eficácia e o impacto das intervenções para controlar os problemas de saúde.
4. Capacidade de desenhar um estudo epidemiológico.
Conteúdos Programáticos em Syllabus:1- Epidemiologia, definição e métodos: perspectiva histórica e principais objectivos.
2- Epidemiologia descritiva: definição, métodos e relevância
3- Epidemiologia analítica: definição, métodos e relevância
4- Epidemiologia intervencional: definição e métodos
5- Principais parâmetros utilizados em epidemiologia: População, amostra, taxas brutas e específicas, taxas ajustadas, Incidência, Prevalência e sua relação
6- Planeamento de um estudo epidemiológico: aspectos a ter em conta no delineamento do protocolo.
7- Amostragem: definição e tipos de amostragem
8- Métodos de recolha de informação e de análise da mesma
9- Medidas de associação: risco relativo, odds ratio, fração de risco atribuível, Risco atribuível populacional, fracção de prevenção.
10- Princípios de causalidade
11- Viés de condimento e de interacção
12- Revisões sistemáticas
Avaliação:Avaliação contínua:
-Componente teórica – realização de uma frequência escrita. A frequência tem de ter a classificação mínima de 9.5 valores. A componente teórica será ponderada em 70% da classificação final da Unidade Curricular.
-Componente prática – Desenvolvimento de um protocolo de investigação. Este trabalho será desenvolvido ao longo do semestre, na medida da evolução dos conteúdos programáticos lecionados nas aulas teóricas. O trabalho deverá ter obrigatoriamente a classificação mínima de 9.5 valores. A nota desta componente corresponde a 30% da classificação final Unidade Curricular.
Avaliação final:
•Realização de um exame composto por uma prova escrita, prática e oral. Para ter acesso à prova oral é necessário
obter nas provas escrita e prática a nota mínima de 9.5 valores. A classificação final corresponde a 50% da
componente teórica e 50% da componente prática.
Bibliografia: Bibliografia Principal
Beaglehole R, Bonita R & Kjellström T (2003). Epidemiologia Básica.Lisboa. Escola Nacional de Saúde Pública.

Hulley, S., Cummings, S., Browner, W., Grady, D.; Hearst, N., Newman, T. (2001). Designing Clinical Research: An Epidemiologic Approach. 2nd edition. Philadelphia. Lippincott Williams & Wilkins, pp. 336

Last J. (1988). Dicionário de Epidemiologia. Lisboa. Direcção Gerald a Saúde.
Programa em formato pdf:

Português

English

2019/2020

2019/2020

2018/2019

2018/2019

2017/2018

2017/2018

2016/2017

2016/2017

2015/2016

2015/2016

2014/2015

2014/2015

2013/2014

2013/2014



Erasmus Incoming