Tecnologias de Apoio

Unidade Curricular: Tecnologias de Apoio
Ano:

Semestre:

Área Disciplinar:

-

ECTS:

Regente:

Ana Cristina Guerreiro Espadinha

Objectivos:

No fim da unidade curricular, os estudantes devem:
a) ser capazes de compreender a importância das Tecnologias de Apoio (TA) na melhoria da qualidade de vida, participação e autonomia das pessoas com deficiências e/ou idosas;
b) conhecer o atual enquadramento legislativo das TA, e a variedade de produtos e serviços de apoio disponíveis para os utilizadores;
c) aprender um modelo teórico de TA cujo objetivo é auxiliar nas decisões de avaliação e intervenção: determinar como combinar as opções de TA adequadas com as necessidades dos consumidores e preferências individuais; e trabalhar em equipas multidisciplinares de desenvolvimento de soluções de TA e dar formação da utilização das TA aos consumidores incluindo a variedade de condições de desvantagem e necessidades da TA;
d) construir materiais específicos de intervenção psicomotora recorrendo à informática.

Conteúdos Programáticos em Syllabus:

a) Os conceitos de Tecnologias de Apoio (TA), ajudas técnicas e produtos de apoio.
b) As componentes do sistema de TA.
c) O utilizador de TA e o seu modelo de processamento: função sensorial, percetiva, cognitiva e de controlo motor relacionadas com a utilização de TA.
d) Métodos de identificação das necessidades do utilizador e sua avaliação sensorial percetiva, cognitiva e de controlo motor formal e informal.
e) A avaliação dos seus níveis de satisfação em relação às TA.
f) Caracterização das TA em categorias de Classificação de acordo com o sistema de Classificação ISO.
g) A prescrição de TA. A legislação que regulamenta a atribuição de TA.
h) A avaliação das TA: competências, funções e código de ética dos profissionais que trabalham neste campo.
i) A utilização de programas informáticos, e aplicações web, para a construção e aplicação de materiais específicos de intervenção psicomotora em função das necessidades e características dos clientes.

Avaliação:

Esta UC tem uma componente de aulas mais expositivas sobre o enquadramento teórico (suportadas por apresentações de diapositivos e vídeos) e aulas de cariz mais prático (com pesquisas orientadas na internet e tarefas práticas de realização em pequeno grupo). A UC pode ser realizada em avaliação final, no entanto o estudante é aconselhado a fazer a UC em avaliação contínua pela sua forte componente prática. Avaliação Final:
- 50% exame escrito (nota mínima 7,5 valores);
- 50% exame oral.
Avaliação Contínua:
- 40% frequência (nota mínima 7,5 valores);
- 60% trabalho de grupo (relativo à componente ‘d’ dos objetivos).
Casos excecionais na avaliação contínua: Caso o estudante por razões devidamente justificadas falhe algum momento de entrega da avaliação contínua, mas que cumpra os critérios de participação neste tipo de avaliação, terá uma segunda oportunidade de realizar esta entrega na época de exames respetiva.

Bibliografia:

Cook, A.M. e Polgar, J.M. (2011). Essentials of Assistive Technologies. London: Elsevier/Mosby.
Encarnação, P., Azevedo, L. e Alandroa, A. R. (2015). Tecnologias de Apoio para Pessoas com Deficiência. 
Unidade ACESSO da FCT. http://www.acessibilidade.gov.pt/livros/tapd/html/indice.html
Scherer, M.J. (2005). Living in the state of stuck: how assistive technology impacts the lives of people with disabilities. Massachusetts: Brookline Books.
http://www.inr.pt/ http://www.eastin.eu/

Programa em formato pdf:

Português

English

2019/2020

2019/2020

2018/2019

2018/2019

2017/2018

2017/2018

2016/2017

2016/2017

2015/2016

2015/2016

2014/2015

2014/2015

2013/2014

2013/2014



Erasmus Incoming