Epidemiologia Clínica

Unidade Curricular: Epidemiologia Clínica
Ano:

1

Semestre:

1º Semestre

Área Disciplinar:

Biologia da Actividade Física

ECTS:

3.0

Regente:

Maria Filomena Araújo da Costa Cruz Carnide

Objectivos:1. Conhecimento dos conceitos fundamentais e principais tipos de estudos em Epidemiologia.
2. Capacidade de interpretar os resultados de estudos epidemiológicos.
3. Capacidade de desenhar um estudo epidemiológico
Conteúdos Programáticos em Syllabus:1 Introdução à Epidemiologia : Conceitos e objetivos;
2 Medida em Epidemiologia :Prevalência; Incidência acumulada; Densidade de incidência; Relação prevalência - incidência
3 Fontes de Informação: População; Mortalidade; Morbilidade; Determinantes
4Tipos de estudos em epidemiologia: Classificações; Desenho do Estudo; Tipos de estudos
5 Classificação de estudos
6 Estudos Descritivos: Quem? Onde? Quando? Estudos de Migrantes; Estudos Ecológicos; Relatos de casos ou séries de casos; Estudos Transversais
7 Estudos de Coorte: concorrente; histórico; Risco Relativo
8 Estudos de Caso-controlo:Exploratórios e Analíticos; De base hospitalar / institucional; De base populacional; “Odds Ratio”; Viés - Conceitos básicos
9 Medidas de Associação :Risco relativo ou razão de risco; Razão de possibilidades ou “Odds Ratio”; Risco atribuível, Fração Etiológica do Risco; Risco atribuível populacional; Fração Etiológica do Risco populacional
10 Princípios de causalidade
11 Revisões sis
Avaliação:Avaliação contínua:
- Componente teórica – realização de uma frequência escrita. A frequência tem de ter a classificação mínima de 9.5 valores.
- Componente prática – realização de fichas de trabalho das quais 2 serão objecto de avaliação. Todos os trabalhos têm de ter classificação mínima de 9.5 valores. A nota desta componente corresponde a 30% da classificação final da disciplina.
Avaliação final:
- Realização de um exame composto por uma prova escrita, prática e oral. Para ter acesso à prova oral é necessário obter nas provas escrita e prática a nota mínima de 9.5 valores. A classificação final corresponde a 70% da componente teórica e 30% da componente prática.
Bibliografia:Beaglehole R, Bonita R & Kjellström T (2003). Epidemiologia Básica.Lisboa. Escola Nacional de Saúde Pública.

Hulley, S., Cummings, S., Browner, W., Grady, D.; Hearst, N., Newman, T. (2001). Designing Clinical Research: An Epidemiologic Approach. 2nd edition. Philadelphia. Lippincott Williams & Wilkins, pp. 336

Last J. (1988). Dicionário de Epidemiologia. Lisboa. Direcção Gerald a Saúde.
Programa em formato pdf:

Português

English

2019/2020

2019/2020

2018/2019

2018/2019

2017/2018

2017/2018

2016/2017

2016/2017

2015/2016

2015/2016

2014/2015

2014/2015

2013/2014

2013/2014



Erasmus Incoming